Saiba como se prevenir do SEO negativo!

Posicionar o seu site nos motores de busca como Google e Yahoo! não é uma tarefa fácil, mas com certeza vale muito a pena. O problema é que, assim como existem as boas práticas de SEO, que ajudam a sua empresa na internet, também existem práticas antiéticas, usadas por pessoas mal-intencionadas para prejudicar todo o bom trabalho que você realizou, resultando no SEO negativo. A seguir, conheça os problemas que isso pode causar e como se prevenir.

Como funciona o SEO Negativo

Infelizmente, nem sempre é preciso que o responsável pelo SEO negativo tome controle do seu site para causar problemas. Essas são as formas mais comuns sem invasão:

Ataque DDoS ao site

Uma das táticas do SEO negativo é simular um grande número de acessos a um site, fazendo com que ele caia ou fique extremamente lento.

O resultado é que os motores de busca podem punir o seu site por apresentar uma navegação instável, perdendo posições nos resultados. Isso sem contar com o fato de que o público terá uma experiência ruim em seu site.

Serviços como o Pingdom podem ajudar a monitorar a velocidade do seu site para que você seja avisado caso ocorra um ataque ou outro tipo de instabilidade.

Backlinks negativos

Quando sites de relevância ou renome mencionam a sua empresa junto de um link em um de seus conteúdos, você é visto com bons olhos pelos motores de busca. A versão negativa disso, no entanto, também pode acontecer.

Sites com má reputação podem apontar de propósito para o seu, justamente para simular que você está comprando links de spammers (outra prática extremamente negativa e que nunca deve ser feita).

O Google oferece ferramentas para anular os efeitos desses backlinks negativos, mas o processo de remoção deve ser feito cuidadosamente para não afetar nenhum backlink positivo.

Para monitorar os backlinks, você pode usar ferramentas como o SEMrush, Monitor Backlinks, entre outras.

Redes sociais e e-mails falsos

Nas redes sociais, os perfis falsos servem para confundir o público, muitas vezes promovendo um sorteio que não existe para ganhar muitos seguidores e, em seguida, começar a onda de desinformação.

Ferramentas online, como a Mention, podem avisar sempre que o nome de sua marca for mencionado, permitindo que você encontre rapidamente esses perfis falsos e acabe com o problema o quanto antes.

No caso de e-mails, o farsante costuma criar uma versão em Gmail, como nomedasuaempresa@gmail.com, ou simplesmente uma conta comum para enviar requerimentos de remoção de links para sites que geram bons backlinks para você.

Uma forma de reduzir as chances de ter esse problema é criar um e-mail com o domínio de sua própria empresa e sempre usá-lo para entrar em contato com outros sites, como uma prova de que apenas e-mails com o seu domínio são oficiais.

Conteúdo duplicado

Quando feito dentro dos padrões éticos, que exigem a divulgação da fonte original, conteúdos duplicados geralmente não apresentam problemas. No entanto, eles podem ser um grande pesadelo caso estejam fora dessas normas.

O problema pode vir de dentro ou de fora, com pessoas mal-intencionadas copiando o seu conteúdo e espalhando por toda a web para que ele perca relevância.

É fácil descobrir se você está sendo vítima disso, a fim de tomar as medidas necessárias. Existem ferramentas online, como o Copyscape, que avaliam um conteúdo e dizem se ele está presente em algum outro lugar da internet.

Use o Google Search Console

O antigo Google Web Master Tools é uma ferramenta gratuita e muito valiosa para proteger todo o trabalho de SEO e a reputação do seu site. Depois de uma rápida configuração, é possível saber pela ferramenta se o seu site está sendo atacado por malwares, conferir os status do servidor, verificar se páginas saíram da indexação ou se você recebeu algum tipo de punição manual do Google.

O melhor é que todas essas informações podem ser enviadas em um alerta por e-mail, dessa forma você não precisa checar a ferramenta diariamente para saber se está tudo em ordem.

Se você curtiu nossas dicas, curta também a nossa página no Facebook! Assim você ficará sempre informado sobre o que há de mais importante no marketing digital. Até lá!

Deixe um comentárioLeave a Reply


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *